Foto sem descrição

Trecho 2 do Sol Nascente está com 56% das obras de drenagem executadas

O governador Rodrigo Rollemberg participou de café da manhã com a comunidade do Sol Nascente, em Ceilândia, nesta sexta-feira (8), e caminhou pelo Trecho 2 da região, que recebe obras de infraestrutura.

“Sabemos que uma obra grande como essa traz transtornos durante a execução, mas o resultado é mais importante e será sentido daqui para a frente”, disse o governador aos moradores que o acompanharam.

Na visita, Rollemberg destacou que o Sol Nascente e a Vila Buritizinho eram lugares carentes de rede de esgoto, de águas pluviais, de pavimentação, mas que essa realidade vem mudando com a instalação de serviços públicos.

“Quando viemos aqui na campanha [para governador, em 2014], notamos que as pessoas tinham dificuldade para trabalhar na época de chuva porque ficavam todas sujas; na seca, as crianças sofriam com doenças respiratórias.”

A dona de casa Liliane Nogueira, de 37 anos, 15 deles como moradora do Sol Nascente, confirma a constatação do governador. Para ela, as melhorias são mais evidentes desde 2015. “Só tinha mato e brejo quando cheguei aqui, mas melhorou tudo nos últimos dois anos: ruas pavimentadas, rede de esgoto, o necessário para viver bem”, disse.

“Saímos do nada e agora já temos vários serviços públicos”, complementou a dona de casa Maria Eliane do Nascimento, de 38 anos, que reside há 18 na região.

De acordo com a Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos, as intervenções no Trecho 2 compreendem a execução de 30,3 quilômetros de redes de drenagem, a construção de três lagoas de retenção, além da pavimentação de 493,5 mil metros quadrados de vias, o equivalente a 70 quilômetros de vias de 7 metros de largura.

Os serviços de drenagem estão em andamento, com 56% do total já executados. Quanto à pavimentação, já são 32%. A conclusão das obras nesse trecho, que recebeu investimento de R$ 95,5 milhões, está prevista para o primeiro semestre de 2018.

Obras nos Trechos 1 e 3 do Sol Nascente

No Trecho 1, cujas obras de infraestrutura iniciaram em fevereiro de 2015, os trabalhos devem ser concluídos no final de 2017. Ali estão sendo executados: 25,2 quilômetros de redes de drenagem; cinco lagoas de detenção; e a pavimentação de 304,9 mil metros quadrados de vias, de 7 metros de largura, o equivalente a 44 quilômetros.

Até o momento, foram entregues 75% das obras de drenagem e 65% de pavimentação e implantados meios-fios nas vias já pavimentadas. Também estão sendo construídas as bacias de drenagem de números 5, 6, 7 e 8. O investimento é de R$ 58,8 milhões.

No Trecho 3, o valor contratado com o Consórcio Nascente III é de R$ 66 milhões. Serão 21,3 quilômetros de redes de drenagem, três lagoas de retenção, e 450,5 mil metros quadrados de pavimentação. Até agora, foram executados 5% das obras de drenagem, e a pavimentação ainda não foi iniciada.

Segundo a Secretaria de Infraestrutura, a urbanização no Sol Nascente vai beneficiar cerca de 95 mil moradores. A previsão é que os trabalhos em toda a região sejam concluídos em 2018.

No total, estão sendo investidos R$ 220,3 milhões em benfeitorias no setor habitacional. Os recursos são originários da Caixa Econômica Federal (75%), com contrapartida do governo de Brasília (25%).

 

Fonte: Agência Brasília

Foto: Tony Winston / Agência Brasília

VOLTAR AO TOPO