360 moradores do Riacho Fundo II recebem escrituras de suas casas

O governador Rodrigo Rollemberg espera regularizar mais de sete mil residências na região até o fim do ano

A doméstica Cleunice Maria da Aparecida, de 66 anos, vibrou ao receber a escritura de casa das mãos do governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg, na manhã deste sábado (11), no Riacho Fundo II. "Foi uma luta para conseguir esse documento, mas agora está tudo certo", declarou. A moradora, que esperava pela regularização havia 16 anos, foi a primeira das 360 pessoas que receberem o documento em evento no restaurante comunitário local. O governo, por meio do programa habitacional, planeja regularizar mais de sete mil escrituras na região administrativa até o fim de 2015.

Rollemberg explicou que a regularização faz parte de um conjunto de propostas do governo. "Vamos combater as invasões, entregar as escrituras e aumentar a oferta de habitações para a população de baixa renda", disse. O líder do Executivo adiantou que prevê a entrega de mil unidades habitacionais no Riacho Fundo II em maio deste ano. "Estamos investindo em infraestrutura. Vamos urbanizar a área, arborizar as ruas e investir em equipamentos públicos", completou.

O secretário de Gestão do Território e Habitação, Thiago de Andrade, ressaltou que o governo está comprometido e articulado com a população para regularizar essas áreas. "Este foi o primeiro passo de uma política fundamental de planejamento e organização do território", pontuou. Os terrenos foram registrados pela Companhia Imobiliária de Brasília (Terracap) e doados para a Companhia de Desenvolvimento Habitacional do Distrito Federal (Codhab), encarregada de promover a escrituração dos lotes.

Para a copeira Maria José de Souza, de 57 anos, um documento nunca foi tão esperado. "Estou há 20 anos buscando a escritura", disse a moradora, que vive com o marido e três filhos. Ela foi a nona pessoa a receber o papel das mãos do governador. A comerciante Cleide Mendes, de 53 anos, diz que também dormirá tranquila esta noite. "É a segurança de que aquele lugar é meu", declarou. A moradora vive com a filha, com o genro e com o neto de 7 anos.

O administrador do Riacho Fundo II, Vicemar Medeiros, o secretário de Relações Institucionais e Sociais, Marcos Dantas, o presidente da Codhab, Gilson Paranhos, e alguns parlamentares também participaram da entrega das escrituras.

(Fonte: Agência Brasília)

VOLTAR AO TOPO