Foto sem descrição

CODHAB procura atender a questões de acessibilidade para seus habilitados com deficiência

Garantir o acesso a serviços e informações às pessoas com deficiência. Essa é uma das diretrizes do trabalho da Companhia de Desenvolvimento Habitacional do Distrito Federal (CODHAB), que tem adotado medidas eficazes para atender aos candidatos com deficiência do programa habitacional.

O atendimento especializado conta com interpretação em Libras, divulgação e explicação sobre a atualização cadastral em formatos acessíveis, além de acessibilidade às pessoas com deficiência auditiva e visual no Portal e aplicativo para celular da CODHAB.

No total, a Companhia tem 10.018 habilitados com deficiência, sendo que destes 2.963 realizaram a atualização cadastral até o momento. Nestes últimos dois anos e 5 meses de gestão, 751 pessoas com deficiência já foram contempladas. Em quatro anos no governo anterior, foram 779 atendidos. "Isso mostra que estamos empenhados em atender, já que o número de contemplados foi basicamente o mesmo do governo anterior, com a diferença de que ainda temos mais de um ano e meio de trabalho pela frente", explicou o assessor da Diretoria Imobiliária da Companhia, Joaquim Barbosa.

Para ele, que também tem deficiência auditiva, é fundamental que os locais se adequem e possam atender às pessoas com deficiência. “Quando adequamos o espaço, damos autonomia às pessoas e garantimos seu direito de ir e vir.” 

As pessoas com deficiência e idosos têm à disposição um Posto de Atendimento exclusivo localizado na Estação de Metrô Cidadania 112/212 Sul. Ali, o habilitado tem acesso a um computador para realizar a atualização cadastral e, com ajuda de um intérprete de Libras, consegue se informar e tirar suas dúvidas.

Todas as informações do site da CODHAB também podem ser acessadas em Libras gratuitamente, por meio de um aplicativo disponibilizado pelo Governo Federal. Para baixá-lo, clique em www.vlibras.gov.br/#baixar

 

 

 

 

 

 

VOLTAR AO TOPO