Foto sem descrição

CODHAB promove Ação Urbana Comunitária na Vila São José, em Brazlândia

No último sábado (21), a Companhia de Desenvolvimento Habitacional do Distrito Federal (CODHAB-DF) promoveu uma Ação Urbana Comunitária, na Vila São José. O evento fez parte do programa Cidades Limpas, coordenado pela Secretaria das Cidades.

 

Os moradores participaram do plantio de mudas de árvores, fabricação de bancos com pneus reutilizados e montagem de um canteiro de flores. A ação faz parte do Projeto na Medida, um dos eixos do programa Habita Brasília.

 

Próximas ações

 

O início dos trabalhos ocorreu nesta segunda-feira (23). Na ocasião, Rollemberg anunciou outras ações que beneficiarão os moradores da região administrativa.

 

A chegada do programa Cidades Limpas à Estrutural levará para a região não somente a poda de árvores, o combate a pontos clandestinos de despejo de lixo e outras ações previstas no mutirão. De acordo com o governador Rodrigo Rollemberg, até o fim de 2017, o local terá o antigo posto da Polícia Civil reativado pela Polícia Militar, receberá a feira permanente e terá inaugurado o Centro de Ensino 1 da Estrutural — fechado desde 2015 em virtude de vazamento de gás.

 

“O Cidades Limpas envolve ações como poda de árvores, desentupimento de bueiros e troca de lâmpadas que, aliadas a um conjunto de obras, contribuem para a melhoria da qualidade de vida da população”, disse Rollemberg durante o início das ações da força-tarefa na manhã desta segunda-feira (23), em frente ao antigo posto policial. Nesse sentido, o chefe do Executivo também anunciou a aprovação do projeto para a construção de duas creches, a reforma de quadras poliesportivas e a abertura de uma agência do Banco de Brasília, que serão concretizadas até o fim deste ano.

 

Força-tarefa para limpar as ruas da Estrutural

 

A força-tarefa comandada pela Secretaria das Cidades envolverá, até sexta-feira (27), cerca de 300 pessoas — servidores do governo de Brasília ou de empresas que mantêm contrato com a administração pública — na limpeza e na conservação da região. “As cidades já têm equipes permanentes de limpeza, de poda de árvores e de tapa-buracos. O programa é a junção de todas elas para reforçar os trabalhos”, explicou o secretário das Cidades, Marcos Dantas.

 

As prioridades são o combate a pontos clandestinos de despejo de lixo, recolhimento de carcaças de carros abandonados e manejo ambiental para evitar a proliferação do Aedes aegypti — transmissor da dengue, da chikungunya e do zika vírus. Entre as atividades programadas está ainda a execução de terraplanagem em área próxima à igreja do assentamento Santa Luzia, onde há água parada.

 

Também haverá retirada de entulho em uma área particular perto da Cidade do Automóvel.

 

Cidades Limpas já passou por seis regiões

 

Esta é a sexta edição do programa. A ação tem a participação de diversos órgãos do governo local, que atuarão de forma coordenada no modelo de força-tarefa.

 

Entre as ações habitualmente executadas pela força-tarefa estão o recolhimento de entulho, troca de iluminação pública queimada, pintura de meios-fios, poda de árvores, ações tapa-buraco e limpeza de bocas de lobo. As diversas frentes de trabalho, no entanto, são adaptadas de acordo com as prioridades de cada região. O Cidades Limpas já esteve em Brazlândia, em Ceilândia, no Paranoá, no Gama e no Itapoã.

 

Participarão também desta edição do programa a Agência de Fiscalização do DF (Agefis), a Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (Novacap), o Corpo de Bombeiros Militar, a Polícia Militar, o Serviço de Limpeza Urbana (SLU), o Departamento de Trânsito (Detran), a Companhia Energética de Brasília (CEB), a Subsecretaria de Vigilância em Saúde, da Secretaria de Saúde, e a Companhia de Desenvolvimento Habitacional do DF (Codhab).

 

 

Fonte: Assessoria CODHAB com informações Agência Brasília

 

CODHAB promove Ação Urbana Comunitária na Vila São José, em Brazlândia

VOLTAR AO TOPO