Foto sem descrição

CODHAB discute políticas públicas para portadores de necessidades especiais

Nesta-tarde (17), o presidente da Companhia de Desenvolvimento Habitacional do Distrito Federal (CODHAB-DF), Gilson Paranhos, recebeu o deputado distrital, Robério Negreiros, e representantes do Instituto Cultural, Educacional e Profissionalizante de Pessoas com Deficiência do Brasil (ICEP Brasil) para discutir políticas públicas para portadores de necessidades especiais.

O presidente Paranhos explicou os critérios adotados pela CODHAB para que sejam atendidos os 8%, exigidos pela lei 3.877/2006, de Unidades Habitacionais entregues em cada empreendimento. " A companhia tem uma preocupação em atender às leis mas, principalmente, em promover melhorias sociais", completa.

Umas das ações, anteriormente, implementadas pela CODHAB é a contratação de quatro funcionários cadeirantes para trabalhar no núcleo de atendimento da companhia (Nuate). A medida atende também a lei 7.853 de 24 de outubro de 1989, que prevê a contratação de beneficiários reabilitados ou pessoas portadoras de deficiência habilitadas em empresas com mais de 100 funcionários.

Gesimário Ferreira, um dos novos servidores, fala da felicidade de poder estar trabalhando e das dificuldades encontradas. "Eu só tenho a agradecer a oportunidade! Infelizmente, mesmo com capacitação nós ainda sofremos muito preconceito e enfrentamos várias barreiras", ressaltou.

Projetos

Um novo projeto foi apresentado pela Companhia: a criação de um material audiovisual e interativo para que o cidadão portador de necessidades especiais possa ter acesso às informações do Programa Morar Bem. Após ser criado, o conteúdo será veiculado no portal da CODHAB.

Postos de Assistência técnica

Os postos de assistência técnica, além de promover melhorias habitacionais ao cidadão, atendem também aos portadores de necessidades especiais, que não só têm preferência no atendimento como podem receber projetos de imóveis já com adaptações de acessibilidade.

VOLTAR AO TOPO