​CODHAB divulga novos projetos de habitação para 2016

A Companhia de Desenvolvimento Habitacional do Distrito Federal (CODHAB-DF) divulgou novos projetos previstos para 2016. Entre as ações de destaque estão os lançamentos de concursos públicos para projetos, o programa habitacional Habita Brasília e os novos empreendimentos.

A previsão é de que até fevereiro sejam entregues mais 2.951 moradias. Serão 33 em Sobradinho, 1392 no Riacho Fundo II, 1.376 no Paranoá e 150 em Samambaia.

De acordo a diretoria executiva, o planejamento das novas ações permitirá o desenvolvimento da capital, com foco em três frentes de trabalho. Entre elas estão o combate à grilagem de terras, regularização do território, atuando com ações técnicas e jurídicas para a entrega de escrituras e fichas descritivas, além do combate ao déficit habitacional.

Conheça os projetos da CODHAB:

Habita Brasília

É o atual programa habitacional do Governo de Brasília.

Desenvolve-se sobre cinco eixos:

  1. Venda de lotes urbanizados

Está na fase de execução e aprovação de projetos urbanísticos e arquitetônicos.

Estima-se o início de obras e vendas no final do segundo semestre de 2016.

  1. Aluguel social

Está na fase de execução e aprovação de projetos.

Estima-se o início das atividades no segundo semestre de 2016.

  1. Produção de incorporações de uso misto

Está na fase de execução e aprovação de projetos.

Estima-se inicio de obras no primeiro semestre de 2016.

  1. Assistência Técnica

Já com seis postos em funcionamento e a previsão de abertura de mais quatro no segundo semestre de 2016 nas áreas de baixa renda do DF.

  1. Produção habitacional, espaços e equipamentos urbanos.

Nascente Ribeirão

Empreendimento Nascente Ribeirão Ribeirão - Santa Maria

A OASSEH prevê a construção de 18.000 unidades habitacionais. Serão 6.000 moradias na primeira etapa, 6.000 na segunda, e mais 6.000 na terceira.

Está na fase de execução e aprovação de projetos.

Estima-se o início das obras no final de 2016.

Conheça mais sobre o projeto: http://www.codhab.df.gov.br/pagina/51

Setor Habitacional do Guará

Em dezembro, foram aprovadas as diretrizes urbanísticas do local pela Câmara Legislativa. A partir de agora, as entidades, cooperativas e associações são responsáveis por buscar a aprovação dos projetos de arquitetura e complementares, o alvará de construção, o contrato com o agente financeiro, e, posteriormente, realizar a construção.

O projeto prevê a construção de 405 unidades habitacionais.

Empreendimento do Gama

Projetos de arquitetura e complementares já aprovados, o alvará de construção, o contrato com o agente financeiro já está em andamento e as obras devem começar no primeiro semestre de 2016.

Total de unidades habitacionais: 2400

Parque da Benção

Está sendo realizada uma avaliação e alteração dos projetos urbanísticos em função do impacto no acesso à cidade, questões de transporte, dentre outros avaliações, visto que a região localiza-se na entrada da cidade de quem chega de Goiânia.

Total de unidades habitacionais: 12.000

Crixá

Está em fase de aprovação do projeto urbanístico.

Previsão de início das obras já no primeiro semestre de 2016.

Total de unidades habitacionais: 3.800

Itapoã

Projetos de arquitetura e complementares já aprovados, o contrato com o agente financeiro já em andamento, aguardando a definição do governo federal e previsão de inicio de obra no primeiro semestre de 2016.

Total de unidades habitacionais: 12.112

Nacional

Está em fase de aprovação de projetos estudos e licenças ambientais. Pode precisar de um prazo maior, no caso de haver a necessidade de utilizar o sistema do Paranoá para o abastecimento de água.

Total de unidades habitacionais: 3.500

VOLTAR AO TOPO