Foto sem descrição

Mulheres vítimas de violência terão abrigos cedidos

Cumprir um papel social é um dos principais objetivos da Companhia de Desenvolvimento Habitacional do Distrito Federal (Codhab-DF) que, desta vez,  irá disponibilizar dois apartamentos para o acolhimento e proteção de mulheres vítimas de violência. 

As unidades mobiliadas pertencem à Companhia e não fazem parte do programa habitacional; são compostas por três quartos e serão disponibilizadas provisoriamente, até que as vítimas possam se restabelecer em local seguro. 

Esta ação será desenvolvida em conjunto com a Polícia Civil (PCDF), que vai analisar os casos, fazer triagem e identificar a necessidade de cada vítima. “A violência contra a mulher é uma situação urgente. Muitas não denunciam porque não têm para onde ir”, afirmou o presidente da Codhab, Wellington Luiz.

Outros órgãos como a Secretaria da Mulher também vão fazer parte do projeto, que ainda passará por ajustes. A previsão é que seja colocado em prática nos próximos dois meses. 

*Por questões de segurança a Codhab não divulga os endereços.

VOLTAR AO TOPO