Foto sem descrição

Praça Central da Estrutural é revitalizada por escoteiros

A Praça Central da Estrutural amanheceu com uma movimentação diferente no último sábado (28). Antes das 8h da manhã, o local foi tomado por jovens e adultos do Grupo Escoteiro José de Anchieta – 11º DF. O grupo se empenhou na revitalização da principal praça da Estrutural, próxima a três escolas, uma paróquia, ao Centro da Juventude e à Administração Regional da cidade.

Os escoteiros não perderam tempo. Divididos em equipes, iniciaram o trabalho lixando os brinquedos do parquinho que, junto com a quadra de esportes, receberam pintura nova. Além disso, foram plantadas árvores, criado um jardim e construído um parque de pneus coloridos, devidamente furados para não acumular água.

Diretor-presidente do grupo escoteiro, Bruno Souza destaca que o MutCom é a data anual em que escoteiros do Brasil se reúnem para promover ações em benefício da comunidade. “A ideia é devolver a praça renovada, para que possa ser usada por toda população. Ao mesmo tempo, passamos para os escoteiros o senso de responsabilidade social” ressaltou Bruno.

Letícia Pereira tem 13 anos, é escoteira há pouco mais de um ano, mas conhece bem a sensação de participar de uma ação comunitária “o coração da gente aumenta. É uma sensação imensa de felicidade ajudar outras pessoas”, disse Letícia.

A iniciativa contou com parceria da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Seduh), da Companhia de Desenvolvimento Habitacional do DF (Codhab), da Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap) e da Administração Regional do SCIA, além de empresários que doaram tintas, pinceis e outros insumos.

O Secretário de Desenvolvimento Urbano e Habitação, Mateus Oliveira, que já foi escoteiro, participou pessoalmente da ação: “É uma data importante, porque representa a união de esforços entre escoteiros e governo, o que permite beneficiar um maior número de pessoas”.

Daniele Rocha tem um filho de seis anos que estuda em uma das escolas próximas à quadra e não esconde a satisfação com a medida. “Acho uma maravilha porque todos os parquinhos da Estrutural estão quebrados, com essa reforma as crianças vão ter um espaço melhor, mais agradável e sem perigo de se machucar. Muito boa iniciativa.”

Moradores também terão a oportunidade de aprender a construir um aquecedor solar com materiais recicláveis. A iniciativa foi da Codhab, que apresentou um protótipo do equipamento e distribuiu cartilhas com o passo a passo para construir um aquecedor.

“Trazer uma cara nova para a cidade e unir jovens e adultos interessados na preservação do meio ambiente, é importante para garantir a qualidade de vida dos cidadãos “, afirmou o diretor de Assistência Técnica Mauro Rocha.

Serviço:

O propósito do Movimento Escoteiro é contribuir para que os jovens assumam seu próprio desenvolvimento, especialmente do caráter, ajudando-os a realizar suas plenas potencialidades físicas, intelectuais, sociais, afetivas e espirituais, como cidadãos responsáveis, participantes e úteis em suas comunidades, conforme definido em seu projeto educativo.

O escotismo, como força educativa, se propõe a complementar a formação que cada criança, adolescente ou jovem recebe de sua família, de sua escola e de sua orientação religiosa, e de nenhum modo substituirá essas instituições.

O DF possui mais de 40 unidades escoteiras, com cerca de 4 mil associados, em praticamente todas as regiões administrativas.

O Grupo Escoteiro José de Anchieta – 11º DF possui 250 membros e funciona no Parque da Cidade Sarah Kubitschek, Estacionamento 3, aos sábados, das 14h30m.

 * Fonte: Agência Brasília - com informações da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Seduh), da Companhia de Desenvolvimento Habitacional do DF (Codhab) e da Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap)

VOLTAR AO TOPO