Foto sem descrição

Obras de infraestrutura do Buritizinho são entregues à população

Um dos principais conjuntos de obras de infraestrutura do governo de Brasília foi entregue na manhã deste domingo (13). As intervenções no Setor Habitacional Buritizinho, em Sobradinho II, iniciadas em janeiro de 2016, beneficiam cerca de 6 mil pessoas. 

As obras, numa área de 90 hectares, trouxeram qualidade de vida e livraram a comunidade do desconforto tanto na época da seca como na estação das chuvas.  “A gente sabe como as pessoas, sobretudo as crianças, sofriam com a poeira e a lama”, observou o governador Rodrigo Rollemberg, presente ao ato.

Luiz Pereira, de 59 anos, conhecido pelos vizinhos como Poeta, mora no setor há dez anos e viu a região nascer. “Não tinha nada. Era só mato e a gente, em cima do caminhão, pedindo para que as coisas melhorassem”, lembrou. “Confesso que cheguei a não acreditar.”

A luta, para Ismailson Pereira, de 36 anos, valeu a pena. Para ele, a calçada e o asfalto que passam na frente da casa que divide com a família há cinco anos representam a realização do sonho de uma comunidade inteira. “Mudou tudo”, resumiu.

As obras incluem:

  • 4 lagoas de retenção das águas de drenagem
  • 8 km de redes para captação de águas pluviais
  • 51,5 km de calçadas, com rampas de acessibilidade e piso tátil
  • 22 km de meios-fios
  • 11 km de ruas de pavimentação

O investimento é de R$ 26.342.500,50, abaixo do valor inicialmente orçado (R$ 37 milhões), provenientes da Caixa Econômica Federal, via Programa de Aceleração do Crescimento 2 (PAC Pavimentação e Qualificação de Vias), com contrapartida do governo de Brasília.

As obras incluem:

  • 4 lagoas de retenção das águas de drenagem
  • 8 km de redes para captação de águas pluviais
  • 51,5 km de calçadas, com rampas de acessibilidade e piso tátil
  • 22 km de meios-fios
  • 11 km de ruas de pavimentação

O investimento é de R$ 26.342.500,50, abaixo do valor inicialmente orçado (R$ 37 milhões), provenientes da Caixa Econômica Federal, via Programa de Aceleração do Crescimento 2 (PAC Pavimentação e Qualificação de Vias), com contrapartida do governo de Brasília.

Foto/Fonte: Dênio Simões/Agência Brasília

VOLTAR AO TOPO